Ronaldo Fenômeno na Seleção Brasileira

13 de março de 2009

Ronaldo marcou dois gols em três jogos pelo Corinthians. E foram dois gols decisivos: o primeiro contra o Palmeiras, empatando o clássico e o segundo da virada do Timão contra o São Caetano. Foi o bastante para a mídia espotiva começar a falar de Seleção Brasileira. Segundo o próprio Ronaldo, a chance de convocação é quase nula: “Minha cabeça agora está no Corinthians. Vamos falar do que está acontecendo, não do que pode acontecer. Ainda estou muito longe da seleção brasileira, é muito prematuro isso agora. Não tenho condições ainda de ser convocado”, disse o craque no programa Bem Amigos de Galvão Bueno.

O craque ainda carregava desconfianças quanto a um possível veto de Ricardo Teixeira, que impediria de vez sua convocação, mas em entrevista durante a semana, o presidente da CBF negou veementemente tal informação. Ronaldo comemorou aliviado: “Que bom que o Ricardo Teixeira falou isso, porque estava algo no ar. Ouvi algumas vezes que havia um veto. É bom que ele esclareceu isso, porque assim acaba com um mal-estar. A partir de agora depende de mim. Se eu estiver à altura e merecer estar na seleção brasileira, eu vou estar”.

Primeiro ele falou que era quase nula sua chance de convocação, com declarações evasivas. Assim que soube da entrevista de Ricardo Teixeira, já mudou o discurso, como todo bom jogador de futebol. O fato é que depois do fiasco da Copa de 2006, Ronaldo não foi mais convocado para a Seleção. Dunga também deixa essa conversa de lado, com resposta padrão: “Se ele recuperar a antiga forma certamente voltará a ter espaço”.

Ronaldo no momento que soube que não existe veto para sua convocação

Ronaldo no momento que soube que não existe veto para sua convocação


Se Ronaldo volta para a Seleção Brasileira ou não, só o tempo dirá. Mas o curioso é o Fenômeno falar de Seleção Brasileira e aposentadoria na mesma semana. Em uma entrevista de Ronaldo no Caldeirão do Huck, que vai ao ar na TV Globo neste sábado às 14h35min, o apresentador perguntou: “Ronaldo, vai encerrar a carreira no Corinthians ou no Flamengo?” O Fenômeno respondeu: “Acho que aqui no Corinthians.”

Publique seu comentário