Ronaldo faz primeiro gol com a camisa do Corinthians

9 de março de 2009

E o Fenômeno voltou. Pelo menos é o consenso geral de otimismo após o gol que Ronaldo marcou ontem no clássico Corinthians x Palmeiras. O atacante entrou no segundo tempo e garantiu de cabeça, aos 47 minutos do segundo tempo, o empate por 1 a 1 do Timão com o Palmeiras, em Presidente Prudente. Depois de marcar o gol, Ronaldo disparou em direção ao alambrado para comemorar com a Fiel. Depois da efusiva comemoração, o alambrado caiu: “Foi um susto. A gente ama essa torcida, que nos ajuda muito, e a euforia foi muito grande. Pensando bem foi um fato irresponsável. O alambrado também não era tão resistente. Mas na hora você não pensa e quer comemorar junto com o torcedor. Espero que ninguém tenha se machucado”, disse o camisa 9.

Ronaldo comemora seu primeiro gol pelo Timão

Ronaldo comemora seu primeiro gol pelo Timão


Muitos estão dizendo que ele provou que ainda é um Fenômeno, pois mesmo ainda fora de forma, brilhou no primeiro clássico com a camisa do Corinthians. O bendito hype, o maldito marketing. Talvez a única entrevista lúcida tenha sido do técnico do São Paulo, o Murici Ramalho: “temos que ter paciência com o Ronaldo. Ele ainda está longe de sua melhor forma, ficou muito tempo sem jogar. Precisamos de ídolos no futebol brasileiro e Ronaldo é um, mas temos que dar um tempo.” O próprio Ronaldo admite que ainda falta alguma coisa: “O sentimento é de que estou no caminho certo. Isso é só o começo. Nunca disse que estou 100%, que iria voar em campo, mas o trabalho está sendo realizado de maneira correta. Falta emagrecer um pouco, ganhar velocidade e logo vou chegar à melhor forma”, comentou o atacante.

Sábias palavras – tanto de Murici, quanto de Ronaldo. Que Ronaldo é um ídolo e sempre foi é indiscutível, mas daí a dizer que o Fenômeno voltou é bem discutível. Como dito aqui antes, é difícil saber se ele conseguirá retomar algo de seu antigo futebol. Claro que ele nunca mais será aquele atacante explosivo de arrancadas sensacionais, mas sua experiência pode até ajudar em alguns momentos.


O amigo Kaká comentou o primeiro gol de Ronaldo com a camisa do Corinthians: “Estou muito feliz pela volta, e pelo gol do Ronaldo. Sempre falei que ele é o melhor jogador com quem eu pude jogar, ele demonstrou mais uma vez toda a sua força e perseverança para superar obstáculos”. E é sobre essa superação de obstáculos que o Fenômeno vive falando: “Acho que o povo brasileiro se identifica com a minha história, que é real”, disse em entrevista.

O fato é que o gol só veio dar mais combústivel para os lamentos de Ronaldo. Ele pede desde sua estreia para começar jogando e Mano Menezes mantêm o ídolo no banco. Segundo Ronaldo, seria melhor começar jogando, pois quando ele entra no segundo tempo é mais difícil. Segundo o jogador, demora a engrenar e entrar no jogo, pois todos já estão a mil por hora. Depois do gol contra o Palmeiras, ele voltou a falar sobre o assunto: “Quero começar jogando, depois do gol de hoje vou fazer mais pressão aindapra cima do Mano. Só depende dele.”

O técnico do Timão rebateu: “Eu tenho dito há bastante tempo que o Ronaldo vai participar dos jogos de acordo com a sua capacidade. Vamos conversar, analisar, ouvir o jogagor. Tudo depende de como ele está se sentindo. Na quarta-feira certamente ele estará melhor e espero que possa continuar ajudando o Corinthians”. O próximo jogo do Corinthians é contra o São Caetano, e a partida está marcada para o estádio do Pacaembu. É o reencontro do Timão com o bando de loucos da Fiel e o primeiro jogo de Ronaldo “em casa”.


Assista o gol de Ronaldo Fenômeno

Publique seu comentário