Brasil 2×1 Coreia do Norte – estreia fraca do Brasil

15 de junho de 2010

A Copa do Mundo 2010 finalmente começou para o Brasil. A estreia contra a fraca Coreia do Norte foi nervosa como esperado, mas mesmo assim o futebol apresentado pela Seleção Brasileira ficou muito aquém até do esperado pelos críticos mais ferrenhos de Dunga. Prato cheio para começar a temporada de caça.

O primeiro tempo de Brasil x Coreia do Norte infelizmente fez parte dos piores jogos da Copa 2010 até agora. Quem esperava ver algo parecido com a estreia da Alemanha, ou mesmo da própria Argentina (que embora tenha vencido apenas por 1×0 jogou bem), se decepcionou. A apresentação brasileira ficou no nível de alguns dos piores jogos da Seleção nas eliminatórias (como os empates em 0x0 no Rio contra Bolívia e Colômbia).

Com o time escalado com Júlio Cesar no gol, Juam e Lúcio na zaga, Maicon e Michel Bastos nas laterais, Gilbero SIlva, Felipe Melo, Elano e Kaká no meio e Luís Fabiano e Robinho no ataque, o Brasil entrou engessado. Não parecia que era apenas Kaká que estava fora de ritmo de jogo. Com exceção de poucos jogadores, como Robinho e Maicon, o time parecia encarar um jogo treino. O maior destaque do começo da partida aconteceu antes mesmo da bola rolar, como o atacante norte-coreano Jong Tae-Se chorando, muito emocionado, na hora do hino de seu país.

Mas quando a bola rolou, o Brasil mostrou mais uma vez que encontra incríveis dificuldades para furar retrancas. Jogando com duas linhas defensivas, a Coreia do Norte conseguiu segurar o 0x0 na primeira etapa, com uma enorme ajuda do Brasil que tinha saída de bola lenta, pouca criatividade no meio-campo e ataque que mais assistiu o jogo, sem que a bola chegasse nele.

Kaká mostrou que ainda está longe de sua forma ideal, e a torcida se impacientava com cada passe errado dele. Robinho foi o mais ativo, saindo da área para buscar jogo e mostrando que estava ligado. O time arriscou muitos chutes de fora da área, tentando tirar proveito da rápida Jabulani, mas poucos acertaram o alvo. A Coreia começou a gostar do jogo e saiu um pouco para ataque, chutando também de fora. Foram 7 finalizações norte-coreanas na primeira etapa, sinal de que muita coisa estava errada. Fim de primeiro tempo e vaias da enorme torcida brasileira presente no estádio.

Gols do jogo do Brasil
Gols Brasil 2×1 Coreia do Norte

Na volta do intervalo, era esperado que Dunga mexesse no time, mas os mesmos 11 jogadores retornaram. E nada mudou, nem o comportamento do time em campo. Aquela tradicional sacudida no vestiário parece não ter surtido efeito. Por sorte o Brasil achou um gol, em uma das únicas jogadas lúcidas até então. Elano viu a ultrapassagem de Maicon e lançou o lateral direito no fundo. Ainda na corrida Maicon deu uma olhadinha e percebeu o goleiro Myonge Guk saindo do gol. Ele chutou quase sem ângulo para abrir o placar. Gol de Maicon, Brasil 1×0 Coreia do Norte.

Maicon marca o segundo

Maicon marca o segundo e se emociona


Agora parecia que ia engrenar. Mas a Coreia do Norte continuou com a mesma retranca e o Brasil passou a tocar bola do meio para trás, irritando a torcida. Só aos 26 o Brasil conseguiu o tão esperado segundo gol. Robinho, melhor em campo, deu belíssimo passe para Elano entrar livre e só tocar no canto do goleiro. Gol de Elano, Brasil 2×0 Coreia do Norte.
Gol de Elano

O Brasil comemora o gol de Elano. Parceia que vinha goleada.


Agora a goleada viria! Afinal, apagaríamos o terrível primeiro tempo e deixaríamos uma ótima impressão para a torcida e resto do mundo. Dunga finalmente entra na dança e tira Elano para a entrada de Daniel Alves. Mais velocidade, mais alternativas, não tinha como dar errado. Mas o tempo passava e nada do terceiro gol. Nilmar entrou no lugar do exausto Kaká para fazer dupla com Luís Fabiano. Robinho foi recuado para o meio. Nilmar entrou bem, esteve perto do terceiro gol, que teimava em não sair.

Ramires ainda entra quase aos 40 minutos no lugar de Felipe Melo, fechando as substituições. Aos 43, um duro golpe. Lançamento longo para a área brasileira, Yun Nam recebe passe açucarado de cabeça e estufa as redes de Julio Cesar, colocando números finais na partida. Brasil 2×1 Coreia do Norte.

Agora o Brasil tem obrigação de jogar como sua tradição determina, como favorito e seleção mais temida do mundo, porque se apresentar o mesmo futebol de hoje, podemos presenciar uma catástrofe ainda na primeira fase. Os próximos adversários são Costa do Marfim, já no domingo, e Portugal. Duas seleções fortes, bem diferente da Coreia do Norte, que é apenas centésima quinta no ranking da Fifa, ou seja, a pior seleção da Copa 2010.

FICHA TÉCNICA BRASIL 2X1 COREIA DO NORTE

Estádio: Ellis Park, Johannesburgo (AFS)
Data/hora: 15/6/2010 – 15h30 (de Brasília)
Árbitro: Viktor Kassai (HUN)
Auxiliares: Gabor Eros (HUN) e Tibor Vamos (HUN)

Público: 54.331 pessoas
Cartões amarelos: Ramires (BRA)
Cartão vermelho:
GOLS: 9’/2ºT, Maicon (1-0); 26’/2ºT, Elano (2-0); 43’/2ºT, Ji Yun Nam (2-1)

BRASIL: Julio Cesar, Maicon, Lúcio, Juan e Michel Bastos; Gilberto Silva, Felipe Melo (38’/2ºT – Ramires), Elano (27’/2ºT – Daniel Alves) e Kaká (32’/2ºT – Nilmar); Robinho e Luís Fabiano. Técnico: Dunga.

COREIA DO NORTE: Ri Myong Guk, Cha Jong Hyok, R. Jun Il, P. Nam Chol, R. Kwang Chon, J. Yun Nam, J. Tae Se, H, Yong Jo, Mun In Guk (34’/2ºT – Kim Kum Il), P. Chol Jin e A. Yong Hak. Técnico: Kim Jong Hun.

2 Comentários

Publique seu comentário

  1. Raphael L
    jun 16 at 13:03

    Na minha opinião o Brasil, estreou dentro das expectativas. A estreia pesa, o Brasil estava travado no primeiro tempo devido a defesa quase impecável da Coreia, que é militarmente disciplinada, e estava totalmente focada. Devemos esquecerer o primeiro tempo, as variaveis foram grande para servir de amostra. Afinal renovação nas laterias, quando aconteceu isso a ultima vez, e o restante do time, era sempre os mesmos. a estreia pesa e quem teve boa percepção, entende. Segundo tempo, Brasil fez o que tinha que fazer, se movimentou e fez um bom placar para uma defesa do padrão da Coreia. O gol claro, foi agora para ensinar, atenção, atenção!!! Brasil vai chegar a final e provavelmente vai ser campeão. È meu pressentimento. Preocupa o Luiz Fabiano com suas atitudes um pouco imaturas e infantis quando não consegue o que quer. Dependemos muito dele. o Kaka qdo o Brasil mais precisar vai estar 80% e assim fara a diferença. O Robinho não pode se machucar. Do restante tenho muita confiança. Primeiro pq os treinos do Brasil não são shows de patrocinadores e guaranas. Estrelismo contido com um pouco de reclusão, mais alguns temperinhos como tarimba e estrela de campeão e é Brasil Hexa, esperem.

  2. ninguem
    jun 17 at 22:40

    Raphael L
    jun 16 at 13:03 Na minha opinião o Brasil, estreou dentro das expectativas. A estreia pesa, o Brasil estava travado no primeiro tempo devido a defesa quase impecável da Coreia, que é militarmente disciplinada, e estava totalmente focada. Devemos esquecerer o primeiro tempo, as variaveis foram grande para servir de amostra. Afinal renovação nas laterias, quando aconteceu isso a ultima vez, e o restante do time, era sempre os mesmos. a estreia pesa e quem teve boa percepção, entende. Segundo tempo, Brasil fez o que tinha que fazer, se movimentou e fez um bom placar para uma defesa do padrão da Coreia. O gol claro, foi agora para ensinar, atenção, atenção!!! Brasil vai chegar a final e provavelmente vai ser campeão. È meu pressentimento. Preocupa o Luiz Fabiano com suas atitudes um pouco imaturas e infantis quando não consegue o que quer. Dependemos muito dele. o Kaka qdo o Brasil mais precisar vai estar 80% e assim fara a diferença. O Robinho não pode se machucar. Do restante tenho muita confiança. Primeiro pq os treinos do Brasil não são shows de patrocinadores e guaranas. Estrelismo contido com um pouco de reclusão, mais alguns temperinhos como tarimba e estrela de campeão e é Brasil Hexa, esperem.

Publique seu comentário