Adriano fora da Copa chora

11 de maio de 2010

Adriano chora. Depois de assistir pela tv à convocação da Seleção Brasileira e ver que Grafite ficou com a vaga que seria dele, Adriano ligou para seu empresário Gilmar Rinaldi, e os dois choraram bastante durante a ligação. Mais uma vez a batata quente vai cair no colo do Flamengo. Já há uma grande mobilização no clube, já que hoje tem treino às 15:30 no CT Ninho do Urubu. O psicólogo do time, Paulo Ribeiro, está espererando para ver o estado emocional do Imperador. Mas os mais preocupados com o jogador são os torcedores do Flamengo. Quarta o time entra em campo para um jogo decisivo contra a Universidade do Chile pela Libertadores. Se nos jogos anteriores, antes da convocação para a Copa 2010,  Adriano não fez muito em campo, por que faria agora?

O próprio Paulo Ribeiro  fala que agora é a hora de Adriano mostrar que não perdeu a nobreza. A Libertadores é a chance do jogador de 28 dar mais uma volta por cima e mostrar ao mundo que ainda joga bola. Bom discurso, mas a torcida está muito cabreira. Ele vai ter que realmente se superar para ser absolvido pelas suas falhas. Falhas essas que foram decisivas para a sua não convocação.  Além de inúmeros problemas pessoais, ele faltou a 13 treinos. Uma dessas faltas coincidiu com a presença do auxiliar Jorginho no CT Ninho do Urubu. Na entrevista coletiva pós-convocação, Dunga deixou evidente que esse foi um dos motivos decisivos para cortar Adriano da lista: “Demos inúmeras chances para reverter certas situações. Mas aí vem a convicção com o comprometimento e tomamos uma decisão pelo coletivo. O grupo apoiou o Adriano, mas chegou o momento da decisão. E aí é a questão do treinador. Meu emocional fala uma coisa, e a razão fala outra. E tenho que ir por essa aí”, comentou Dunga.

Publique seu comentário