Copa do Mundo 1954 – O Milagre de Berna

18 de fevereiro de 2009

capa1954

Sede – Suiça
Campeã – Alemanha
Final – Wankdorf-Stadion (04/07)
Público – 65.000
Placar da final da Copa de 1954
Alemanha 3×2 Hungria
Artilheiro da Copa de 1954 – Sandor Kocsis (Hungria) – 11 gols

Era o ano do 50º aniversário da FIFA, portanto era apropriado que a competição máxima do futebol fosse jogada no país de seu órgão maior, e a Suíça foi escolhida como anfitriã em julho de 1946. Pela primeira vez uma Copa teve cobertura pela televisão, e moedas comemorativas foram cunhadas por causa do evento.  Foi um mundial dominado amplamente pela fantástica equipe húngara, campeã olímpica de 52, composta de craques como Ferenc Puskás, Nándor Hidegkuti, József Zakariás, Sándor Kocsis, Zoltán Czibor, dentre outros. Mas existiam outras seleções fortes como o Uruguai bicampeão mundial, o Brasil (que tentava se recompor de 50 com Didi e Julinho Botelho), a Alemanha Ocidental (com Fritz Walter e Helmut Rahn). Mas a Hungria era a favorita para a conquista da Copa de 1954. A Seleção Húngara, comandada por Puskas, estava 4 anos invicta (31 jogos). Mas como o futebol realmente é uma caixinha de surpresas, a potência Húngara caiu diante da Alemanha na final, mesmo depois de ter derrotado a própria Alemanha na fase de grupos por 8×3.  Na Alemanha, esta partida é conhecida como o Milagre de Berna. A Seleção da Hungria entrou para o seleto grupo de grandes seleções que deveriam ter sido campeãs e acabaram morrendo na praia.

Relíquia: a bola usada na final da Copa de 1954

Relíquia: a bola usada na final da Copa de 1954

A Seleção Brasileira na Copa de 1954

A Seleção Brasileira ainda sofria do chamado “complexo de vira-latas”, famosa expressão cunhada por Nelson Rodrigues. Segundo o escritor, o Brasil tinha um bom futebol, mas se sentia inferiorizado perante os europeus. Depois do abatimento da final da Copa e 1950, o Brasil não fez uma boa Copa. Se classificou na fase de grupos mas deu azar e enfrentou logo a poderosa Hungria, caindo por 4×2. Mesmo contando com Didi, Nilton Santos, Djalma Santos, Julinho e outros craques, ainda não seria dessa vez que o Brasil levantaria a taça.

Uma nota interessante é a da estreia do uniforme canarinho da Seleção Brasileira. Antes o Brasil jogava de azul e branco e passou a adotar a camisa amarela e short azul como uniforme oficial a partir dessa Copa.  O jovem gaúcho Aldyr Garcia Schlee venceu o concurso para a escolha do novo uniforme com as cores da bandeira. Surgia a camisa canarinho. A estreia aconteceu durante as eliminatórias da Copa do Mundo de 1954.

O primeiro uniforme canarinho da Seleção Brasileira

O primeiro uniforme canarinho da Seleção Brasileira

Resultados da Seleção Brasileira

Brasil 5×0 México
Brasil 1×1 Iugoslávia
Brasil 2×4 Hungria

Classificação: 6º

5 Comentários

Publique seu comentário

  1. Benedito Carneiro
    jun 30 at 18:52

    Gostaria de saber se há algum livro sobre a Copa do Mundo na Suíça além do que existe do chefe da delegação na é época.

  2. daya
    jul 28 at 15:17

    legal adoreii

  3. Alfredo
    ago 19 at 18:03

    Deve-se acrescentar que a Alemanha perdeu nas oitavas de finais, para os hungaros por 8 x 3, porque jogou com o time reserva.

  4. josedesales
    set 11 at 18:15

    Na minha ótica, a melhor Seleção Brasileira
    foi a 1958.

  5. Rubem Possolino
    jul 06 at 22:15

    O novo uniforme da então CBD ( Confederação Brasileira de Futebol), nas cores da bandeira nacional, teve sua estréia nas eliminatórias sulame-
    ricana para a Copa do Mundo de 1954 e não naque
    la Copa realizada na Suíça naquele ano, como vem
    sendo apregoado pelo vencedor do concurso patro-
    cinado por um jornal do Rio de Janeiro e a própria
    CBD. A estréia se deu então no ano de 1953.

Publique seu comentário