Espanha Campeã da Copa 2010!

11 de julho de 2010

Paul, o polvo-profeta acertou de novo! Uma das maiores figuras da Copa acertou todos as suas previsões! A grande campeã da Copa 2010 é a Espanha! Com um gol de Iniesta no segundo tempo da prorrogação a fúria entra para o seleto clube dos campeões do mundo.

Holanda x Espanha foi a final com maior número de cartões da história das Copas do Mundo. No tempo normal a partida foi Holanda 0x0 Espanha em um jogo muito disputado. A Espanha não conseguiu impôr seu estilo de jogo como na semi-final contra a Alemanha e passou sufoco também. A Holanda jogou dentro do seu estilo nessa Copa, marcando muito e tentando explorar contra-ataques. E as melhores chances no tempo normal da partida saíram justamente dessas espetadas rápidas da Holanda. Na primeira, Sneijder lançou Robben que entrou sozinho no meio da zaga espanhola e ficou cara a cara com Casillas. O atacante holandês podia driblar o goleiro mas preferiu tocar na saída dele e o arqueiro espanhol fez uma defesa milagrosa, salvando o gol certo com o pé.

De Jong faz falta violenta

No primeiro tempo o que mais se viu foram faltas violentas


Na segunda maior chance holandesa, Robben de novo recebeu excelente lançamento, ganhou de Puyol na corrida mas não conseguiu bater Casillas que saiu bem e ficou com a bola. A Espanha tinha mais posse de bola mas como em quase todas as suas partidas faltava-lhe maior contundência. Na hora de chutar, os jogadores queriam dar mais um drible, fazer gol de placa. E assim o tempo passava e o jogo ficava perigoso para os espanhóis. A melhor chance da fúria aconteceu no segundo tempo. Jesus Navas cruzou da direita e Heitinga se enrolou deixando a bola soltinha para a conclusão de Villa. O artilheiro da Espanha chutou mas o próprio Heitinga conseguiu se recuperar e salvou o gol.

Depois da metade do segundo tempo, os dois times diminuíram o ritmo, já esperando a prorrogação. Se arriscar e tomar um gol não estava nos planos. Foi a segunda final que terminou em 0x0 no tempo normal. A primeira foi Brasil x Itália em 94, que acabou com a prorrogação também em 0x0 e foi decidida nos pênaltis, com o Brasil ganhando seu tetra-campeonato mundial.

Na prorrogação alguns detalhes penderam para o controle da partida para o lado espanhol. Em primeiro lugar havia o desgaste evidente da Holanda. Os jogadores holandeses estavam visivelmente mais cansados que os espanhóis. Em segundo lugar, o técnico Bert Van Marwijk tirou De Jong que marcava bem na cabeça da área para a entrada de Van Der Vaart, que embora descansado queria partir para o ataque e deixou o meio descoberto. Nos seus espaços a Espanha perdeu dois gols feitos durante a prorrogação, um com Fabregas e outro com Iniesta. O terceiro golpe para a Holanda foi a expulsão do zagueiro Heitinga que recebeu o segundo amarelo por uma falta que cometeu em Iniesta.

Iniesta faz o gol da final da Copa 2010

Iniesta faz o gol e explode ! A Espanha é campeã do mundo!


Aos 10 minutos do segundo tempo da prorrogação, o golpe de misericórdia. O gol da Espanha nasceu da sequência de um escanteio para a Holanda não marcado pelo árbitro. Jesus Navas puxou o ataque e a bola parou em Fernando Torres. Torres abriu para Fàbregas que descobriu Iniesta livre do lado direito. Iniesta recebeu e concluiu forte. Stekelenburg ainda tentou desviar mas não conseguiu impedir o gol da Espanha! Antes mesmo do apito final alguns jogadores espanhóis já choravam em campo, pressentindo que seriam campeões do mundo pela primeira vez. O mundo tem um novo campeão: Espanha 1×0 HolandaEspanha campeã da Copa 2010!
Espanha campeã da Copa 2010

Espanha campeã da Copa 2010!


FICHA TÉCNICA HOLANDA 0x1 ESPANHA

ESTÁDIO: Soccer City, Johanesburgo, África do Sul
DATA E HORA: Domingo, 11 de julho de 2010, às 15h30 (de Brasília)
ÁRBITRO: Howard Webb (ING)
PÚBLICO: 84.490 pagantes
CARTÕES AMARELOS: De Jong, Van Persie, Van Bommel, Van Bronckhorst, Heitinga, Robben, Van der Wiel, Mathijsen (HOL); Puyol, Sergio Ramos, Capdevilla, Xavi (ESP)
CARTÃO VERMELHO: Heitinga, 4’/2ºTP
GOLS: Iniesta, 12’/2ºTP

HOLANDA: Stekelenburg; Van der Wiel, Heitinga, Mathijsen, Van Bronckhorst (Braafheid, 15’/1ºTP); Van Bommel, De Jong (Van der Vaart, 9’/1ºTP) , Sneijder; Kuyt, Van Persie e Robben (Elia, 25’/2ºT)
T: Bert Van Marwijk

ESPANHA: Casillas; Sergio Ramos, Piqué, Puuyol, Capdevilla; Xabi Alonso (42’/2ºT), Busquets, Xavi, Iniesta; Pedro (Jesús Navas, 15’/2ºT) e Villa (Torres, intervalo da prorrogação)
T: Vicente del Bosque

Publique seu comentário